quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Livre astronauta e leve





Voo livre de condição
Rumo a um nada existir, 
Espero tornar-me humano
Em breve qual astronauta

Do entendimento, sobre
O qual a Terra pesa
E o chão cresce em explicações,
Voo livre de condições,

Temo é só medir-me
De acordo com as medidas 
Terrestres e a do corpo
Humano, quanto baste

Pra que o sinta sem fazer 
Falta na condição de existir
Eu livre, astronauta 
E leve, tal qual uma pena...


Joel Matos (01/2016
http://joel-matos.blogspot.com


Sem comentários:

Às vezes

Às vezes, o que resta na mão nos foge, Tal e qual como num livro a palavra fim, Sinto um vidro fosco ente mim e essa luz Que me ...