sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Quando calha...


quando calha o amor pode ser triste como a fome
pode ralhar sem falar pode até matar
nem sei do que falo nem sei o que sinto
quando do instinto só fica tristeza e vazio

nem sei se existe na natureza amor invicto
tal como no coração humano, incrível
como se pudesse vir de Deus a formula
amarga da desilusão do homem no imperfeito
quando calha o homem pode ser genial
mutilar a alma imitar como em drama
os elementos que o destroem e consomem
como uma droga maligna e uma medonha acha
empunhamos o amor da mesma forma louca
insana e ao mesmo tempo suprema
como só o ser humano com um coração perene
que sempre se renova e aprende
quando calha o amor pode ser prova
que o homem como Deus Igual …é grande
eu sei do que lhes estou a falar
O Homem é parecido em tudo comigo e contigo
Homem é sinónimo de AMOR e DAR (e perdoar)

Joel Matos (12/2014)

1 comentário:

Angela Lazzari disse...

Quando calha, a gente lembra que HOMEM é simbolo de ETERNIDADE, DE AMOR E DOAÇÃO! Quando calha, o amor também acontece, dentro d'alma ou fora dela! Tudo é GRANDE, tudo é DEUS, tudo é PERDÃO e SABEDORIA!

Doze

Doze -Doze nós, tem uma figueira Ao medir-se dentro de nós, em vidas Que a gente tem e não sabe explicar, -Doze é a di...