quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Xtrangeiro Amor






Amor Xtrangeiro.


Será vivo o sol
Que vive prescrito
Dentro do peito
Será a dor;amor?
Que sitio certo!
Em jeito d’Açor,
Boa encoberta,
Fugida do credor
Dentro do peito.
Será a dor;amor?
A dor que pressinto,
Ou será só ardor,
No voar secreto,
Em penas de condor
Caídas do d’serto
Apenas louro?
Simples pena d’amor?
Será meu? Grito,
Ó’ grifo cantor,
O poema d’amor,
Que levas no bico,
Serei um proscrito,
Ou credor,deste
Amor,de sol perto,
Amor sem jeito.
Deste mal de amor,
Amor xtrangeiro


Jorge Santos

Sem comentários:

Às vezes

Às vezes, o que resta na mão nos foge, Tal e qual como num livro a palavra fim, Sinto um vidro fosco ente mim e essa luz Que me ...