terça-feira, 27 de setembro de 2016

Tão simples quanto um cabelo meu ...




Nada pra mim é tão simples com'um cabelo
e uma ruga funda que conheço na testa,
as mãos que são como um mapa que sei-
-de-cor e as marcas da velhice que aparecem
sem que eu queira. 
Nada pra mim é tão simples
como o mar na areia batendo e um pensar
perdido partindo na espuma, sem destino
que eu conheça, apesar da ruga na testa
e o cabelo a voar ao vento e o mapa das mãos
e o olhar vão no mar a olhar, 
a olhar sem que eu queira parta , parta não ...


Joel Matos (09/2016)
http://joel-matos.blogspot.com

Sem comentários:

(1820)

1820 O mal deste mundo é nem tudo rodar à volta dele, Por sinal a mim tudo volta excepto o que mais desejo, Voltar ao mundo segu...