domingo, 14 de março de 2010

assim assim...

(eu bem quis ser assim)

eu quis ter um desses dias "assim assim"
montei o monte claro que foi Olimpo
e foi quando voltei de querubim
e virei costas aos sinais do tempo

eu quis ser um desses dias totais de vento
com estandarte xadrez,armadura e tudo
mas tudo o que consegui foi ficar mais tonto
e correr com o furor desfraldado

Se o meu sonho de ser tão alto
Fracassou foi porque faltei ao encanto
Cansei do contador de contos não fui coerente
Nem agarrei pela frente o elefante da sorte

Se trafiquei causas vesgas foi por assim haver
contrafeito todas as "merdas" e fazer de travesseiros
as fraldas do monte Vesúvio, fiquei a feder
por dentro e por fora tresandava de maus cheiros

(fui eu num dia assim/assim)

Jorge Santos

Sem comentários:

Às vezes

Às vezes, o que resta na mão nos foge, Tal e qual como num livro a palavra fim, Sinto um vidro fosco ente mim e essa luz Que me ...