Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2010

Barbearia

Barbearia
Não sou nada dentro deste muro,
Nunca serei nada do lado de  fora dele,
Não posso mais do que querer ser,
Parte dos sonhos e de todos os lugares.

Sou filho comuna do vazio e cantoneiro De estrada sem berma, barbado, Viajo sentado na loja do barbeiro, Lendo, desatento, o jornal amarrotado
Estou vencido, (como se só o vencer
Fosse lícito), se estivesse para morrer  Teria lápide “ toda uma vida sem lealdade” Mas também ela, uma (meia) verdade imitada
Das filosofias que não apalpei, sem euforia Arderam, de resto, como a multidão De versos adaptado, em esquadria. O meu feudo é ter do real o convicto “ senão”
No fundo, estou desiludido nas certezas E nem vejo na luz, o sol ou ouç,  d’ouvidos, Sons que cruzam, na barbearia,  as vidraças, Aquele assobiar, das ondas nas conchas dos búzios.
Mas hoje o universo reconstruiu--me…
Joel Matos 03/2010 http://namastibetpoems.blogspot.com

Quero

Quero as suavidades pequenas e leves
de poder sentir as brisas soprando mansas
e nelas , leves , voem penas e esperanças
absortas em saudades de gestos suaves

quero sonhos flagrantes, madrugados
cores e horizontes fardados como amantes
quero ter de volta os bandos migrados
de aves vestidas e nelas beber como dantes

troco tomos e tomos de obras de artes
pelos sentidos tombos suaves do vinho
a alegria de viver ,os caminhos e os enterneceres.
Quero...


Jorge Santoshttp://namastibetpoems.blogspot.com

assim assim...

(eu bem quis ser assim)

eu quis ter um desses dias "assim assim"
montei o monte claro que foi Olimpo
e foi quando voltei de querubim
e virei costas aos sinais do tempo

eu quis ser um desses dias totais de vento
com estandarte xadrez,armadura e tudo
mas tudo o que consegui foi ficar mais tonto
e correr com o furor desfraldado

Se o meu sonho de ser tão alto
Fracassou foi porque faltei ao encanto
Cansei do contador de contos não fui coerente
Nem agarrei pela frente o elefante da sorte

Se trafiquei causas vesgas foi por assim haver
contrafeito todas as "merdas" e fazer de travesseiros
as fraldas do monte Vesúvio, fiquei a feder
por dentro e por fora tresandava de maus cheiros

(fui eu num dia assim/assim)

Jorge Santos